* Os ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais do G20 estão reunidos, hoje e amanhã em Paris, para discutirem a questão da dívida, antes do Conselho Europeu de 23 de Outubro.* Ontem, a S&P anunciou um downgrade em um nível para AA- ao rating da vizinha Espanha, devido aos riscos ao crescimento económico, ao perfil do seu sistema bancário e à improbabilidade do país cumprir as metas orçamentais previstas para 2011.”Apesar do corte da S&P, os mercados mostram-se optimistas quanto à acção das autoridades europeias para resolverem a crise de dívida. A travar maiores ganhos está novamente o sector da banca, após os cortes da Fitch”, salientou Luís Gonçalves, trader da GoBulling, no Porto.* Esta manhã, a Fitch cortou o rating do suiço UBS e colocou outros sete bancos norte-americanos e europeus sob análise para possível ‘downgrade’.* Nos EUA, o Nasdaq sobe 0,70 pct e o do Dow Jones DJc1 ganha 0,60 pct, com o optimismo na Europa a alastrar-se aos EUA onde as vendas a retalho tiveram, em Setembro, o crescimento mais alto dos últimos 7 meses.* O índice PSI20 valorizou 1,09 pct para 6.086,82 pontos, com 9 títulos em alta, 9 em queda e 2 inalterados, tendo-se negociado 42,5 milhões de acções ou 72,8 ME, na NYSE Euronext Lisbon .Os analistas técnicos do BPI assinalam os 6.175 pontos como próximo nível de resistência e o próximo suporte nos 5.921 pontos, explicando que “o recente dinamismo comprador de curto prazo levou à aproximação de uma importante zona de resistência”.”Perante sinais de tomada de proveitos nos actuais níveis, seja vendedor se os valores de resistência apontados não forem postos em causa”, acrescentaram.* A Galp Energia ganhou 3,33 pct para 14,91 euros, em linha com os ganhos das petrolíferas europeias, apesar da quebra de 2,4 pct nas suas vendas de produtos petrolíferos refinados para 4,3 milhões de toneladas, entre Julho e Setembro últimos.Os analistas realçaram que a cotação da Galp deverá ficar imune a este ‘trading update’ “ligeiramente negativo, já que os investidores continuam entusiasmados com a prevista venda de activos no Brasil.* A Jerónimo Martins valorizou 2,03 pct para 12,82 euros, a beneficiar de recomendações favoráveis, a antecipar mais um conjunto positivo de resultados e com os investidores à espera do Investor Day onde deverá divulgado o terceiro país de expansão para o grupo.* A Brisa subiu 2,24 pct para 2,557 euros, a Portugal Telecom ganhou 0,38 pct para 5,31 euros enquanto a EDP caiu 0,16 pct para 2,464 euros.* A banca nacional impediu maiores ganhos do índice, com o BPI a descer 1,51 pct para 0,653 euros, o Banco Espírito Santo (BES) a perder 0,53 pct para 1,89 euros, o Banif caiu 1,06 pct para 0,373 euros e o Millennium bcp fechou inalterado nos 0,17 euros. O índice europeu DJ Stoxx para o sector cai 0,53 pct.* O euro ganha 0,52 pct para 1,3844 dólares, suportado na expectativa que os líderes europeus estejam prestes a acordar um plano de combate à crise da dívida.* O contrato do barril de brent para Novembro LCOc1 sobe 2,8 pct para 114,22 dólares e o de crude CLc1 ganha 2,78 pct para 86,57 dólares, a beneficiar também de uma resolução para a dívida europeia e do aumento das vendas a retalho nos EUA. (Por Patrícia Vicente Rua)

  1. miraeksibert posted this